Revolução dos Cravos: 25 de Abril

Em #Portugal, na próxima terça-feira dia 25 de abril, comemora-se a #Revolução dos #Cravos, um marco na história do país em que trouxe a Portugal a #liberdade  no de 1974,  e o cravo tornou-se o símbolo pelo fato de Celeste Caeiro, que trabalhava em um restaurante, iniciou a distribuição dos cravos #vermelhos, e as pessoas ofereciam aos soldados, os quais colocavam os cravos nos canos das espingardas e assim esses dia ficou conhecido: 25 de abrilde 74, Revolução dos #Cravos.

Caso, você que visita o blog estiver em Portugal e especialmente em #Lisboa, não perca de ver as comemorações que trouxe de volta a liberdade para #Portugal, liberdade para as pessoas e para todas as áreas, como: cinema, educação, jornalismo, a democracia para o povo: a liberdade de viver e ser feliz.

Para ler mais sobre este acontecimento:  https://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%A3o_de_25_de_Abril_de_1974

Para saber mais sobre as comemorações deste dia tão importante na história do país que eu chamo de casa, clique abaixo:  

Lisboa:

http://www.cm-lisboa.pt/fileadmin/Noticias/ficheiros/abril_lisboa_2017_01.pdf

Imagem: https://twitter.com/CamaraLisboa

 

 

A Primavera em Lisboa

A #primavera já chegou em #Portugal e #Lisboa fica mais linda, cheia de flores e o céu fica azul da cor do #Tejo. A #cidade que eu chamo de casa é encantadora na primavera e sem contar que logo é o inicio do verão e as pessoas começam a sair de casa e os programas culturais acontecem em peso.

#Lisboa, é uma cidade linda, cheia de mistério e encantos, mas quem vem a primeira vez se encanta e deseja voltar e volta sim, ou então Lisboa a convida para fazer morada, assim Lisboa se torna a sua: #Casa.

Conhecer #Lisboa na primavera é perfeito, pois a cidade fica um charme com as flores, mesmo que as temperaturas ainda estejam de outono, mas vale a pena e não só #Lisboa, mas conhecer #Portugal na primavera é perfeito, ainda mais se você ficar para os meses seguintes em que Portugal entra em festa.

Ao fazer as malas para conhecer #Portugal, veja a temperatura, no mês de abril são bem complicadas, então se planeje com antecedência e faça aquele passeio que deseja para que Lisboa a convide para voltar ou então a fazer dela a sua morada 😉 

Feliz Primavera e #Feliz Páscoa !!  

Para saber mais sobre a primavera em Portugal clique em: 

http://www.cultuga.com.br/

Fotografia: https://www.facebook.com/LISBOALive.PT/

Campo de Ourique  – #Happy Easter 

A imagem pode conter: céu, árvore e atividades ao ar livre

É hora de visitar a Torre de Belém !!

A Torre de Belém está localizada na Freguesia de Belém concelho e distrito de Lisboa, é um ícone da arquitectura do reinado de Manuel I de Portugal, que marca o fim da tradição medieval.

A construção deste monumento começou em, 1514 sob o reinado de Manuel I, tendo ao seu lado o arquitecto Francisco de Arruda,e terminou no ano de 1520 com a ajuda de Diogo Boitaca, que também dirigiu a construção do Mosteiro dos Jerónimos.

A torre foi construída com a função de proteger, ou seja, era defender Lisboa das invasões, pois nesta época Portugal estava crescendo nas navegações, descobrindo terras e firmando laços com outras culturas para trazer novidades para Lisboa, como: tecidos, temperos, tintas, perfumes etc.   

O monumento foi construído com cinco pavimentos que são: 

1º andar: Sala do Governador, que representava o rei exercia funções militares;

2º andar: Sala dos Reis, tem oito aberturas que são denominadas de matacães, que permitiam a guarnição de lutar e de se defender contra eventuais ataques; 

3º andar: Sala das Audiências; 

4º andar: Capela: Aqui seria a sala para o oratório para as necessidades espirituais; 

5º andar: Terraço da Torre: Observa-se o estuário do Tejo e e toda a Belém e seus monumentos; 

Ao ir á Lisboa, não deixe de visitar a Torre de Belém, é um lugar  em que você irá conhecer a Lisboa de 1500, e como eles estavam nesta época, pois é aqui que eles começam a se tornar os grandes navegadores.

Para saber mais clique aqui:  

http://www.torrebelem.pt/pt/index.php

Fotografia: http://www.torrebelem.pt/pt/index.php?s=white&pid=168Resultado de imagem para Torre de belem desenho

 

Os Sabores de Lisboa

A capital portuguesa é cheia de sabores, as quais você que passa por aqui e que pretende ou tem já a sua viagem marcada para a Lisboa, a cidade que eu chamo de casa, não pode deixar de provar. 

Segundo o site da Câmara Municipal de Lisboa, a capital portuguesa é um lugar de encontro de sabores no que se refere ao passado e presente. Logo, os Lisboetas gostam da cozinha tradicional portuguesa, pois Lisboa é uma cidade que se conhece através de sua gastronomia.     

A gastronomia lisboeta é cheia de variedades, e prestigia cada estação do ano, como por exemplo, no outono encontramos as castanhas assadas espalhadas pelas ruas.

Já no inicio do verão em Junho, Lisboa entra em festa, pois é comemorado o dia de Camões, dia de Portugal e das  comunidades portuguesas , dia de Santo António e outros santos populares e nos bairros como: Alfama, Bairro Alto, Bica, e Graça, ganha o cheiro das famosas: Sardinhas e ainda com uma animação de muita música e que vai até a madrugada, e sem contar que Lisboa fica muito colorida.

 Ao ir a Lisboa, não deixe de provar a sua gastronomia local, pois é muito bom provar a comida local e conhecer mais sobre essa capital que respira história e que se vive história e que vai além, vive a cultura.

Os principais pratos lisboetas: sopa rica de peixes, ovos verdes, peixinhos da horta, fava-rica, bacalhau à Brás, pataniscas de bacalhau, meia-desfeita, pescada à lisboeta, lebre à Bulhão Pato, amêijoas à Bulhão Pato, bife à Marrare ou bife à Café, iscas com elas, meia-unha com grão, perdizes à Convento de Alcântara, pivetes guisados.

O bolo-rei, as broas castela, pastéis de belém ou pastéis de nata e as raivas de lisboas, que são os doces típicos de Lisboa. E não se esqueça de experimentar a Ginja, uma bebida portuguesa, muito popular em Lisboa, Sintra , Alcobaça e Algarve.

Para saber mais clique aqui:  

http://www.cm-lisboa.pt/

http://lisboacool.com/comer

https://www.visitlisboa.com/

Foto: http://www.123rf.com/photo_34605617_stock-vector-travel-concept-card-illustration-of-love-for-lisbon–heart-with-vector-icons-vector-illustration.html

Resultado de imagem para Lisbon clipart

Vamos ouvir fado?

O fado é um estilo musical de Portugal e seus primeiros registros foi na Lisboa oitocentista. Este estilo musical nasceu de uma forma espontânea que estava ligado aos contextos sociais, foi ganhando destaque  até que começou a aparecer nas festas, ou seja, as festas ligadas ao calendário popular.

 Em 1870 o fado aparece através do Teatro e Revista, género de teatro ligeiro típico de Lisboa, e assim o estilo musical começa a ganhar os palcos. Ao ganhar destaque o fado ganha um refrão  orquestrado, e assim seria cantado pelas pessoas famosas.

Ao passar os anos o fado foi crescendo, e se tornando popular já no śeculo XIX ganha a guitarra portuguesa, que se torna o instrumento oficial do fado.

Já no século XX a divulgação começa a surgir cantores de fado,  logo surge a casa de fados para fazer as audições para as apresentações, e teve muito sucesso no Bairro Alto e assim o fado foi saindo do improviso, se afastando de sua origem.

O fado foi um marco no teatro e na rádio, pois é um estilo que carrega a sua tradição que é a simplicidade e que valoriza a voz do fadista .   

Nos anos 50 o fado cruza o caminho de Amália Rodrigues e através desta grande fadista, que o fado e Portugal ficam conhecidos. Logo Amália torna-se um ícone da cultura nacional, levando o fado para todos os cantos do mundo. Assim como cruza o caminho do fadista Carlos do Carmo que também se torna um ícone e um grande fadista. 

O fado também cruzou o caminho da irmã de Amália, ela se chama Celeste Rodrigues e é uma grande fadista e que  faz muito sucesso e  é também uma referência para os novos fadistas. 

O fado foi ganhando destaque pelo mundo e hoje é através dos fadistas: Ana Moura, Raquel Tavares, Camané, Mariza, Miguel Capucho etc. 

Ao ir a Lisboa visite o Museu do Fado, será um passeio incrivel e vale a pena conhecer, pois é um estilo musical de Portugal, algo único e da tradição de Portuguesa.

Para saber mais sobre o fado clique nos links abaixo:

     http://www.museudofado.pt/gca/index.php?id=19&filtro=A&p=3

http://www.amalia.fm/

http://www.amaliarodrigues.pt/

 

A Lisboa que eu amo !!

A #Lisboa que eu amo, tem cheiro de fado, sentimento de saudade e que me faz sentir que sou parte dela, me ensina todos os dias o  quanto os portugueses são guerreiros, e sinto que eu também preciso ser: GUERREIRA.

#Lisboa, me faz sentir paz, um amor imenso por toda Portugal, que ao olhar pelo Tejo, sinto que posso ir mais além todos os dias. È um lugar que tem gosto de ginja, bolo rei,  rabanada, sardinhas e o famoso bacalhau.

Essa#Lisboa que eu amo,  faz festa no dia de Camões, Dia de #Portugal, Santo Antonio,  e o mês de Junho deixa Lisboa mais linda, encantadora. È um lugar de história e história para o mundo, tem o Padrão dos Descobrimentos, Castelo de São Jorge, Torre de Belém, Mosteiro dos Jerónimos, e ainda  tem um povo acolhedor e patriota, que ama seu país e que o honra todos os dias.

A #Lisboa que eu amo, me emociona todos os dias, e me diz todos os dias o caminho que devo seguir . 

Obrigada #Lisboa

Bruna Machado

 

 

fotografia: projetocontrafluxo – instagram
Cais das Colunas, Lisboa [Mar da Palha]

 

 

Literatura Portuguesa: Fernando Pessoa

Trago dentro do meu coração,
Como num cofre que se não pode fechar de cheio,
Todos os lugares onde estive,
Todos os portos a que cheguei,
Todas as paisagens que vi através de janelas ou vigias,
Ou de tombadilhos, sonhando,
E tudo isso, que é tanto, é pouco para o que eu quero.

Álvaro de Campos, in “Poemas”
Heterónimo de Fernando Pessoa

Lisboa é um lugar que é história e se vive a história e a sua literatura é muito rica e como é um lugar inspirador, não só Lisboa, o país ficou famoso e mais conhecido através dos escritos de : Fernando Pessoa. 

Vida de Escritor:

O poeta Fernando Pessoa, nasceu em Lisboa na freguesia de Mátires em 13 de Junho de 1888 e faleceu em Lisboa no dia 30 de novembro de 1935 e em muitos de seus escritos, foram dedicados a Portugal.

No ano de 1906 o poeta matricula-se no Curso Superior de Letras, atualmente a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, mas no mesmo ano resolve abandonar o curso, mesmo sem ter completado no primeiro ano.

Ao abandonar a faculdade o poeta começa a ter contato com os escritores e o primeiro é Cesário Verde e já o segundo são os sermões de Padre Vieira. Através deste contato, Fernando Pessoa inicia a sua vida de escritor e tornando-se um dos poetas mais famosos de Portugal.

Em sua vida de escritor, frequentou muito um café a qual eu já escrevi sobre ele que se chama “Café A Brasileira”, que está localizado no Largo do Chiado em Lisboa. O escritor passou a frequentar o espaço para encontrar seus amigos e fazer suas poesias e claro para tomar aquele café. 

Em Lisboa a casa do escritor é aberta ao público e lá encontra-se todos os pertences do escritor, como por exemplo: a máquina de escrever, os óculos, os blocos de apontamentos e entre outros. 

Faça a sua viagem a Lisboa valer a pena e conhecer a Casa Fernando Pessoa, é adquirir conhecimento, é respirar história e a cultura portuguesa e assim vai fazer a diferença em você. A casa  tem uma biblioteca com livros do poeta e ainda conta com: conferências, colóquios, oficinas para o público infantil  etc. 

Para saber o horário de funcionamento e como faz para visitar clique aqui: http://casafernandopessoa.cm-lisboa.pt/

 

Imagem: https://opiniaocentral.wordpress.com/tag/poemas-de-fernando-pessoa/

Resultado de imagem para fernando pessoa poemas